Museu da Família Colonial

Nº SNIIC: ES-6607

Museu da Família Colonial

Esfera: Pública

Tipo de Esfera: Municipal

CNPJ: 83.799.551/0001-94

Acessibilidade: Sim

Acessibilidade física:

Horário de funcionamento: Terça a domingo: 10:00 às 16:00

Site: https://www.fcblu.com.br

Email Público: museudafamiliacolonial@fcblu.com.br

Telefone Público: (47) 3381-7516

Endereço: Alameda Duque de Caxias 78, Centro, 89015-010, Blumenau, SC

CEP: 89015-010

Logradouro: Alameda Duque de Caxias

Número: 78

Complemento:

Bairro: Centro

Município: Blumenau

Estado: SC

Descrição

A história do Museu iniciou como consequência dos festejos do centenário da cidade, comemorado em 2 de setembro de 1950. Após a celebração deste evento, a blumenauense Edith Gaertner doou, com usufruto, uma área de 1.775 m2 de terras à municipalidade, onde se encontrava edificada uma casa de 1864, em técnica construtiva o Enxaimel.
A área está inserida no Centro Histórico da Cidade, na qual se encontrava num dos primeiros lotes coloniais do Stadtplatz (centro da Colônia). Coube à municipalidade, em contrapartida, a conservação e preservação desta área. Com o falecimento de Edith Gaertner em 1967, o imóvel foi incorporado à Fundação Casa Dr. Blumenau, criando-se uma casa-museu, a qual foi denominada “Museu da Família Colonial”.



O complexo museológico ainda é formado por outra casa, de 1858, construída pelo imigrante alemão Hermann Wendeburg. Esta casa é um referencial da história administrativa da Colônia Blumenau. Na sala principal dessa casa foram tomadas muitas decisões administrativas importantes.
Com o falecimento de Hermann Wendeburg, a mesma foi adquirida pelo imigrante Paulo Schwartzer. Anos depois foi herdada pela filha Edith Schwartzer, a qual era casada com o Otto Rohkohl, cônsul da Alemanha em Blumenau (1919-1939). A última herdeira, Renata Luiza Rohkohl, ciente da importância deste patrimônio para a história da cidade, doou à municipalidade em 1964.
No ano de 1997, com o seu falecimento, esta casa foi incorporada ao patrimônio da Fundação Cultural de Blumenau.
Assim, o complexo museológico do Museu da Família Colonial ampliou-se, passando a ser constituído por três casas-museu. Preservando móveis e objetos pertencentes às famílias Blumenau, Gaertner, Dietrich e outros moradores antigos.
Está inserido ao Museu o Horto Botânico Edith Gaertner na qual consiste na preservação ambiental de espécimes nativas da fauna, bem como a preservação de árvores plantadas pelo próprio Dr. Blumenau, fundador da cidade.
Também faz parte do complexo, o Cemitério dos Gatos, espaço projetado no Horto Botânico, em 1967, pelo historiador José Ferreira da Silva diretor da Casa Dr. Blumenau, como forma de homenagear a paixão que a Edith Gaertner tinha pelos gatos. Foi afixado colocado nos 9 túmulos com inscrição dos gatos que pertenceram a Edith Gaertner.
evento entre e Baixar Planilha

Publicado por

Marcella Borel

MARCELLA MONTEIRO BOREL, museóloga formada pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), 2010, COREM 0861-I 2º região. Pós-graduada em Museologia, pelo Instituto Iberoamericano de Museologia/Espanha, 2014.

Nome:

E-mail:

Tipo:

Mensagem:

Enviando mensagem

Enviando mensagem