SOPA DE LETRAS - CALDEIRÃO DE IDEIAS

Nº SNIIC: PR-2

O Projeto Sopa de Letras iniciou suas ações em 2004, como um programa de rádio infantil criado com a intenção de despertar o prazer pela leitura. Estruturado como um trabalho pedagógico – sempre com a intermediação do computador – considera a comunicação como instrumento de inclusão social e se fundamenta na leitura como elemento propulsor.

Site: http://piramovies.com.br/sopadeletras/ http://piramovies.com.br/sopadeletras/

Descrição

O projeto se insere em uma área de pesquisa que diz respeito às TICs e seu uso voltado às transformações sócio-econômicas e culturais. A interdisciplinaridade prevista, ao relacionar as áreas de educação, comunicação e ciências da informação, resulta em um projeto educativo, tanto pelo conteúdo que veicula quanto pelo formato apropriado ao meio de comunicação radiofônico.

Em 2005, reuniu um acervo de 30 programas de rádio gravados, com duração de 20 minutos cada, que foram veiculados pela Rádio Universitária (870 AM) de Goiânia (GO.

Partindo do referencial que a inclusão das tecnologias digitais no processo de construção de conhecimento e formação por meio da leitura/escrita deve ter um caráter emancipatório, o projeto oportunizou atividades e processos democráticos de exercício de autonomia de idéias e ações. Desta forma, entre os anos 2006 e 2007 propôs ações continuadas para formação de leitores autônomos por meio de técnicas e metodologias de fortalecimento de práticas de leitura em espaços não formais como assentamentos rurais, comunidades tradicionalmente excluídas e centros comunitários.

Em 2008 e 2009 o Sopa de Letras foi considerado pelo PNLL um projeto de pesquisa de inovação porque propôs a conciliação das TICs com o "saber-fazer" tradicional, organizando as comunidades em torno de um objetivo comum, desenvolvendo, efetivamente, atividades de acesso ao livro, à leitura e a realização de produções fonográficas de qualidade.

De 2010 a 2013 o Sopa de Letras ampliou suas ações por meio da atividade “CALDEIRÃO DE IDÉIAS” tendo como público alvo jovens, adultos e idosos neoleitores.

Foram realizadas oficinas de produção, gravação, edição, finalização e postagem web de sete programas temáticos de rádio. As oficinas foram realizadas em assentamentos rurais do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, com a participação de estudiosos, escritores e ilustradores, fazendo uma relação entre o local e o global.

De 2014 a 2015 a equipe técnica do Sopa de Letras desenvolveu ações pedagógicas a partir da elaboração de projetos (desenho, construção e utilização de produtos educacionais) voltados para a promoção da leitura. O objetivo das ações foi incentivar a organização das comunidades, a inclusão social e a inclusão digital, por meio de atividades (produtos, técnicas e metodologias replicáveis) de disseminação e transferência de tecnologia, visando, a médio prazo, o desenvolvimento econômico das comunidades participantes.

Galeria

Baixar o regulamento

2. Regulamento

Envie um arquivo com o regulamento. Formatos aceitos .doc, .odt e .pdf.

Enviar
{{data.entity.registrationRulesFile.name}}

Tamanho máximo do arquivo: {{maxUploadSizeFormatted}}

0%

Publicado por

ADRIANA PARADA

Adriana parada é Pedagoga, especialista em Gestão do Desenvolvimento Local pelo Centro Internacional de Formação (CIF) da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Mestre em Fundamentos dos Processos Educativos- PPGE/UFG.